Patrona da Semana Farroupilha de Sapiranga fez a diferença durante o festejo – Jornal Repercussão – [Blog da Solange Pereira]

A tão esperada semana do 20 de setembro para os gaúchos acabou rapidamente. Porém, para Neusa Maria Greff da Luz, passou ainda mais depressa que nos anos anteriores. Nascida em 1950, em São Luiz Gonzaga, a costureira, funcionária pública aposentada e fundadora do CTG Desgarrados Da Querência, foi eleita pela Prefeitura Municipal de Sapiranga a patrona da Semana Farroupilha do municipio.

 

Fazendo parte da cultura tradicionalista desde os seus 6 anos e hoje com 70, Tia Neusa, como é carinhosamente chamada, junto com seu marido e filha mais velha, chegou em Sapiranga em 1977 e trabalhou por 20 anos na Escola Municipal Infantil Chapeuzinho Vermelho. Fazendo parte do CTG Pedro Serrano no início, anos mais tarde, devido a mudança de local deste, sua família, juntamente com o patrão da época e amigos, idealizaram uma nova entidade, nascia o CTG Desgarrados da Querência.
Neusa, que considera o tradicionalismo uma religião, quando perguntada sobre suas melhores lembranças na municipio, responde. “A participação das minhas filhas, Renisa e Rozenara, no baile de debutantes tradicionalista. Minha família inteira faz parte do tradicionalismo, é uma emoção muito grande”.

“Ser a patrona foi a realização do meu sonho. Um reconhecimento muito grande”

O Mérito do Destaque Tradicionalista da 30ª RT foi entregue a Neusa em 2011 e dez anos depois a mesma foi eleita, pela Prefeitura Municipal de Sapiranga, a patrona da Semana Farroupilha da municipio. “Essa oportunidade que surgiu, de ser a patrona, foi a realização do meu sonho. Um reconhecimento muito grande”, comenta ela, que também menciona a iniciativa da prefeitura em ter, pela primeira vez, uma patrona representando o municipio nos festejos. “Esse ano a Secretaria de Cultura se empenhou. Achei muito legal, pois temos municipios próximas com uma evolução muito grande, culturalmente falando, e Sapiranga estava ficando para trás. Há alguns anos surgiram os piquetes no Parque Municipal do Imigrante e agora a ideia de sugerir uma patrona para representar os festejos. E nos próximos anos só tende a melhorar. Somos muito gratos”, complementa.
Com uma agenda repleta de compromissos, Neusa marcou presença na chegada da Chama Crioula, também na APAE de Sapiranga, na Missa Crioula e no encerramento da Semana Farroupilha, além de uma visita à sede do Grupo Repercussão, em Sapiranga.

Um pouco mais sobre o CTG

Foi em 14 de janeiro de 1990, que o Centro de Tradições Gaúchas Desgarrados da Querência foi fundado. Com o objetivo de relembrar a herança cultural adquirida em seus municipios de origem, um grupo de amigos sentiram a necessidade de iniciar um movimento em Sapiranga.
Iniciando dentro de uma sala de aula da Emef Pastor Rodolfo Saenger e mais tarde mudando-se para uma sala no ginásio Nenezão, após muito esforço conseguiram construir o primeiro galpão, tendo como diferencial a construção sob um palanque de um cerne forte.
Hoje possui seu Galpão Sede dentro da Sede Campestre do Clube 19 Julho, na zona rural de Sapiranga, e a Sede Social junto ao Salão Social do Clube 19 de Julho, localizado no Centro da municipio. Possuindo um âmbito maior que seus patrimônios materiais, tem como principal importância uma família unida e forte em prol desta entidade tradicionalista.

Por , em 2021-09-23 08:59:00


Todos os direitos reservados do texto e imagens para Fonte www.jornalrepercussao.com.br



Clique aqui e ver mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora tuganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário