Programa Via Rápida Emprego conclui mais um curso em Santo André – [Blog da Solange Pereira]





Crédito: Angelo Baima / PSA




Esta quarta-feira (22) foi dia de comemoração para os alunos do curso de Corte e Costura do programa Via Rápida Emprego de Santo André. O grupo de 20 individuos completou a carga horária de 80 horas de aula realizadas na carreta do programa, que ficou instalada no Paço Municipal para a realização do curso.

O Via Rápida é uma iniciativa do Governo do Estado, realizada em parceria com a Prefeitura de Santo André, por meio da Escola de Ouro Andreense e da Secretaria de Desenvolvimento e Geração de Emprego. A ação tem como objetivo oferecer cursos gratuitos e de formação profissional para jovens e adultos que estão em busca de melhores oportunidades de emprego.

Para garantir a permanência dos alunos e a conclusão do curso, o Programa Via Rápida oferece ainda uma bolsa auxílio de R$ 210 para os estudantes que atenderem a critérios do programa como ser maior de 16 anos, alfabetizado, domiciliado no Estado de São Paulo e desempregado.

“Dá muita satisfação ver a carreta do Via Rápida Emprego aqui no Paço Municipal novamente, depois de todo tempo de restrições provocadas pela necessidade de combater a pandemia de coronavírus. Tivemos de dar uma parada nas atividades de qualificação profissional, mas felizmente agora estamos retornando confiantes com os cursos que levam conhecimento, geração de renda e dignidade para os munícipes”, destacou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Ana Carolina Barreto Serra.

A possibilidade de gerar renda para complementar seus rendimentos como funcionária pública foi um dos motivos para Simone Oliveira Gonçalves Scatamturlo, de 50 anos, se inscrever no curso de Corte e Costura. O outro motivo foi uma vontade de aprender que traz há muito tempo, que nasceu ao ver a genitora e as irmãs costurando.

“A costura também é uma boa alternativa pra mim, que tenho uma doença rara, a Síndrome de Devic, que me tirou a sensibilidade do pescoço para baixo, inclusive eu tenho menos força na perna e portanto dificuldade de apertar o pedal da máquina de costura. Mas isso não me impediu de ir até o fim do curso”, contou. Após o curso. Simone, que já tem uma máquina de costura, pretende começar a fazer pequenos consertos para gerar renda extra.

Já o estudante de direito de 21 anos, Jonathan Mesquita, pretende começar a costurar suas próprias roupas depois do término do curso. Mas esse pode ser só o começo de uma carreira no ramo da moda. “Eu sempre gostei muito de moda e tenho uma queda por alfaiataria. Eu via algumas marcas, como a Gucci, e queria muito saber como era a criação disso, saber como que era o processo de criação e produção das peças. Então, quando eu soube do curso, decidi me inscrever”, contou.

Jonathan acrescenta que está muito satisfeito com o que aprendeu e acha que foi rápido. “Eu nunca tive contato com uma máquina, mas consegui aprender as habilidades básicas de costura e hoje consigo fazer algumas peças, até para começar a vender e conseguir uma renda. Quem sabe no futuro eu consigo abrir um negócio de costura”, confessou

“Agradeço ao Estado por mais essa parceria que trouxe mais uma vez a carreta da Via Rápida para Santo André. A municipio identificou durante a pandemia uma demanda elevada de individuos querendo fazer atividades relacionadas a Corte e Costura, muitas para trabalhar na confecção de máscaras. Além disso, nós temos um importante representante do segmento têxtil, que é a Rhodia Têxtil, e que faz parte do nosso programa de turismo industrial de inovação e do nosso Hub de inovação e que fornece suprimentos para várias empresas do segmento têxtil. A preparação e a qualificação de profissionais para atuarem na área é estratégica para o nosso municipio”, completou o secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Evandro Banzato.

Nas outras etapas do programa Via Rápida Emprego em Santo André, foram oferecidos cursos de auxiliar de cozinha, de assistente administrativo, auxiliar de logística, marketing digital em redes sociais e e-commerce, desenvolvimento de websites front-end e publimunicipios para mídias digitais. A capacitação profissional é um dos três pilares que a Secretaria de Desenvolvimento e Geração de Emprego tem como prioridade, juntamente com a melhoria no ambiente de negócios e a competitividade nas empresas.



Por , em 2021-09-22 20:18:00


Todos os direitos reservados do texto e imagens para Fonte www.abcdoabc.com.br



Clique aqui e ver mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora tuganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário