Oficina de artesanato para pessoas – [Blog da Solange Pereira]

A Prefeitura de Mogi das Cruzes, a partir da parceria entre as Secretarias Municigenitors de Assistência Social e Agricultura, mais o Fundo Social, lançou nesta terça-feira (17/08) mais uma frente do programa Conduz, destinado à geração de trabalho e renda a públicos vulneráveis. Trata-se de um curso de artesanato, que será oferecido para uma turma de individuos em situação de rua, em três boxes do Mercado Municipal.

A ideia é que os alunos do curso aprendam e aperfeiçoem habilidades, como um primeiro passo para a superação de situação de rua, bem como confeccionem itens com a marca de Mogi das Cruzes. Em um segundo momento, esses itens serão comercializados, também no Mercadão. Dessa forma, o tradicional centro de compras terá um ponto de venda de artigos que remetem e valorizam a municipio, ao mesmo tempo em que é desenvolvido o trabalho de incubação social com individuos fragilizadas socialmente. 

As aulas acontecerão todas as terças e sextas-feiras, em dois horários – 8h às 10h e 10h ao meio-dia e o curso em si terá cinco meses de duração. A princípio, trata-se de um grupo de 24 alunos, divididos em duas turmas, provenientes de três unidades de acolhimento institucional da municipio. Porém, o trabalho como um todo deve englobar um ano e meio de acompanhamento, com apoio também do Sebrae, além da própria Prefeitura, com o intuito de que os participantes ganhem autonomia e novas perspectivas de vida. 

“Inicia-se neste momento um processo de incubação social com o grupo, que terá tempo de acompanhamento de em torno de um ano e meio pelo programa Conduz, visando geração de trabalho e renda”, explicou a coordenadora do programa Acessuas/Conduz na municipio, Vera Suzart. 

A presidente do Fundo Social de Mogi das Cruzes, Simonete Margenet Cunha, participou do lançamento da oficina e parabenizou todos que se uniram para fazer o projeto acontecer. “Só quero agradecer à equipe da Assistência Social e a todos os envolvidos pela concretização desse projeto, que está abraçando a todos. É a primeira vez que algo assim é realizado e, para que esse tipo de projeto aconteça, é preciso que alguém tome à frente”, destacou. 

O secretário de Agricultura, Felipe Almeida, responsável pela disponibilização dos três boxes, até então ociosos do Mercado Municipal para o projeto, também deixou algumas palavras. “Esta é só uma sementinha, mas acreditamos que em breve teremos muitos novos frutos. Aqui estamos colocando em prática nosso papel, de transformar a municipio para vocês e com vocês. O Mercado Municipal é de todos”, pontuou.

A secretária municipal de Assistência Social, Celeste Gomes, falou sobre a união de esforços e sobre o ineditismo da ação. “Agradeço a todos que acreditaram nesse projeto e ao prefeito Caio Cunha, por nos permitir trabalhar efetivamente com as políticas de garantia de direitos. Queremos que vocês sejam protagonistas de suas próprias histórias, por isso unimos esforços e acreditamos muito em cada um de vocês. Essa é a primeira vez que o Mercado Municipal abre as portas para o público de vulnerabilidade”, ressaltou.

Wagner Souza dos Santos, representante do movimento nacional de luta em defesa das individuos em situação de rua, destacou que a iniciativa se iguala à realização de um sonho para o público que vive essa realidade. “Isso é um sonho para nós, que estamos em busca da reinserção social. É uma esperança para superarmos essa situação. Fico muito feliz em ver que agora temos uma gestão popular, pois agora temos realmente uma chance. Tenham certeza que esse trabalho terá frutos”.

Os três boxes no Mercado Municipal utilizados para a oficina passaram por reformas, que envolveram diversos setores da Prefeitura, como a Secretaria de Serviços Urbanos e também o Fundo Social, que pediu e ainda pede doações, para que todos os acabamentos possam ser feitos. Os trabalhos terão continuidade, porém o local já está adequado e apto para o início das atividades.

Os planos futuros são de que esse grupo possa se organizar sob a forma de uma cooperativa de artesãos, que exponha e comercialize seu trabalho em outros espaços e eventos da municipio. 

O lançamento da oficina contou também com a participação de representantes de organizações sociais que atuam com públicos de vulnerabilidade e também aqueles que serão responsáveis por ministrar a oficina.

Autor

Tudoem

Prefeitura de Mogi das Cruzes

secretaria de comunicação da prefeitura de Mogi das Cruzes

[email protected]

www.pmmc.com.br



Por , em 2021-08-18 08:53:26


Todos os direitos reservados do texto e imagens para Fonte www.tudoemmogi.com.br



Clique aqui e ver mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora tuganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário