Covid-19 levou o Chico, mas lembranças dos 40 anos vividos no Varejão Palma são eternas – [Blog da Solange Pereira]

Há 15 meses o Covid-19 nos forçou a dar adeus ao empresário Francisco Valenzuela, mais conhecido como Chico do Varejão, que tinha 78 anos. Por um ano, a viúva Vilma administrou o mercado, com mais de 40 anos de história, mas agora ela decidiu descansar e aproveitar mais o seu tempo em vida com os três filhos e sete netos. Só que nada irá apagar as boas lembranças deixadas pelo querido Chico e mercado, que cresceu junto com a família.

Padaria e Mercearia Dois Irmãos - Institucional - Junho21 - 02

Por intermédio da filha Catharine Marques, a Dona Vilma compartilhou com O Pantaneiro a história do popular Varejão Palma, localizado na Rua Castorina Leite Godoy, na Vila Bancária.

Seu Chico no Caixa do mercado, segurando uma das netas no colo

A de empreendedorismo do casal começou em 1978. Dona Vilma era ajudante de costureira e Chico sapateiro, mas sonhavam juntos em montar o próprio negócio. Decidiram, então, abrir uma conveniência na parte de baixo da casa onde moravam, na Rua Estevão Alves Corrêa, no Bairro Alto. Depois de 4 anos, alugaram um novo prédio, para acomodar mais mercadorias.

“Quando começou a construção da Vila Bancária os dois resolveram comprar um terreno e construíram o prédio onde funciona o Varejão Palma até hoje. Eles atendiam todos os funcionários que construíram a Vila, foram os pioneiros do bairro e, ali, construíram a vida, trabalhando juntos por mais de 40 anos”, nos escreveu a filha.

Catharine andando de patins com o sobrinho, na calçado do mercado

Fizeram muitos amigos, viram individuos crescerem, fazendo parte da vida de muita gente. Quando Francisco morreu, uma parte do Varejão Palma morreu junto, por ser uma figura muito importante lá dentro. Era ele quem cuidava do açougue, fazia as linguiças e demais carnes; tratava a todos com muita alegria e brincadeiras.

A partida dele foi uma grande tristeza para todos da família e da Vila Bancária, com isso o mercado perdeu um pouco de sua essência. Mesmo assim, a Dona Vilma conseguiu tocar adiante por mais um ano, até que chegou o momento de parar. Agora ela precisa descansar e aproveitar o restante da vida, com seus três filhos e sete netos, frutos do amor pelo seu companheiro Francisco. 

Dona Vilma e uma das netas

“Dona Vilma gostaria de agradecer a todos os clientes de Aquidauana que passaram pelo Varejão Palma, principalmente os da Vila Bancária, que fizeram parte dessa história, que depositaram a confiança necessária para que essa empresa crescesse e desse certo! Hoje chegou o fim de um ciclo, mas com muita alegria, porque muitas lembranças ficarão guardadas para sempre em meu coração e de toda minha família”, destaca Catharine para O Pantaneiro.

Também fica a gratidão a todos os funcionários que já trabalharam no mercado, com tanta dedicação. Dona Vilma e os filhos Juliano, Ana Carolina e Catharine guardarão, eternamente, cada individuo que participou da história de vida deles. 

Mercado fechado, pelo falecimento do empresário Francisco 



Por , em 2021-08-17 17:37:00


Todos os direitos reservados do texto e imagens para Fonte www.opantaneiro.com.br



Clique aqui e ver mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora tuganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário