Covid-19. Mãe do padre e costureira de centro social em Alfena foram vacinadas – [Blog da Solange Pereira]

A confirmação foi dada pelo padre Manuel Fernando Silva, presidente do Centro Social e Paroquial de Alfena, que garante não ter havido “tentativa do uso abusivo da vacina”.

A costureira e a mãe do presidente do Centro Social e Paroquial de Alfena (CSPA), em Valongo, foram vacinadas em janeiro juntamente com os 127 utentes e 85 funcionários dos dois pólos da instituição, confirmou esta segunda-feira, 1 de Fevereiro, à Lusa o responsável.

Cozinca

“Confirmo que isso aconteceu”, disse o padre Manuel Fernando Silva que preside ao CSPA, no distrito do Porto, recusando, contudo, que o cenário em que tal se deu possa dar azo a polémica.

“A minha mãe tem 68 anos, um quadro de risco, vive na casa paroquial, enquadrada no perímetro do centro social, e faz vivência na instituição. Em ternos formais não é funcionária nem utente, mas faz vivência na instituição e tem contacto constante no seu interior e, por diversas vezes, já fez trabalho voluntário, substituindo funcionários que tiveram de ficar de baixa. Além disso é diabética e tem hipertensão”, explicou o pároco.

Confirmando que a mãe “fez parte da lista inicial” apresentada à Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, Manuel Fernando Silva explicou depois pela qual foi também vacinada “a costureira, há muitos anos colaboradora do centro”. “Ela autopropôs-se, depois percebeu-se que não poderia ser vacinada, mas acabou por beneficiar do facto de haver sobra de vacinas”, disse o responsável.

Sobre as sobras de vacinas, o pároco contabilizou sete, explicando que, por exemplo, “quatro dos funcionários presentes na lista não foram vacinados devido a terem alergias que obrigam a que o sejam em contexto hospitalar”.

“Não houve da nossa parte tentativa do uso abusivo da vacina. Não estamos a lesar os bens nacionais porque sei que a vacina é um bem escasso. Tivemos o cuidado de fazer uma triagem muito estreita sobre quem tem contacto com utentes e funcionários”, salientou o presidente do centro. E assinalou: “Nem eu nem ninguém da direcção do CSPA foi vacinado”.

Questionado sobre o que foi feito às “sete vacinas que sobraram”, o pároco respondeu que “essa gestão foi da equipa médica e de enfermagem [do Agrupamento de Centros de Saúde Maia/Valongo]”.

…temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA – e só demora um minuto. Obrigado.



Por , em 2021-02-03 06:38:06


Fonte www.noticiasmaia.com



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário