As grandes viagens do repórter José Raimundo – [Blog da Solange Pereira]

O caminho ao certo para retornar à estrada Raimundo ainda não definiu, porém, uma das direções ele já sabe (e não é de hoje).

No início dos anos 90, o repórter entrevistou Sérgia Ribeiro da Silva, a famosa Dadá, raptada por Corisco para viver com ele no bando de Lampião. Naquela época, Raimundo já tinha toda a logística traçada, inclusive aluguel de helicóptero, para voltar com a cangaceira até o Raso da Catarina, na região de Canudos, na Bahia.

Mas a missão de encontrar a máquina de costura de Dadá foi abortada por recomendação médica. A operação seria arriscada para uma mulher de idade avançada, cardíaca e com uma perna amputada por conta do diabetes.

A Dadá não ia morrer por minha causa. Fiquei só com o gostinho de um dia encontrar essa máquina por outros meios. Imagina encontrar a máquina da costureira do grupo do Lampião?”

Dessa região de difícil acesso e ainda pouco explorada turisticamente, Raimundo destaca a Baixa do Chico, “uma das [regiões] mais espetaculares que conheço no Nordeste”, onde monumentos de arenito esculpidos pelo vento emergem do leito arenoso do rio, a 60 quilômetros de Paulo Afonso, também na Bahia.

“Dá vontade de ficar ali só contemplando aquelas coisas”, relembra.

Baixa do Chico, na região do Raso da Catarina, na Bahia – José Raimundo (750×421)



Por , em 2021-01-22 07:54:23


Fonte www.uol.com.br



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário