É hora de atrair fabricantes de veículos sustentáveis – [Blog da Solange Pereira]

Investidores chineses estão na mira no governo baiano, que costura uma solução para minimizar os impactos do encerramento das atividades da Ford na Bahia. Por meio de nota oficial, o governador Rui Costa afirmou que o “governo estadual entrou em contato com a Embaixada Chinesa para sondar possíveis investidores interessados em assumir o negócio na Bahia”.

O encerramento da produção no parque industrial de Camaçari, Região Metropolitana da Salvador, tem reflexos muito negativos para a economia do estado, que vivencia uma drástica crise, potencializada pela pandemia. De acordo com a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), a Ford e seus sistemistas são responsáveis pela geração de 7.216 empregos. A queda na arrecadação fiscal do município de Camaçari vai chegar a R$ 150 milhões.

É preciso buscar uma saída para reduzir o impacto econômico e social. Indo ao encontro de grupos estrangeiros, para tocar a produção de veículos no estado. Entretanto, está na hora de apostar em projetos sustentáveis, e deixar de lado fabricantes tradicionais, ávidos por incentivos fiscais.

Está claro que o futuro da indústria automotiva aponta para a produção em massa de veículos elétricos, compactos, de baixo custo. Eletrificação é a alternativa para garantir mobilidade com menor impacto ambiental. O que antes era tendência, hoje avança velozmente no mundo inteiro. Com incentivos, investimentos e programas, em países de vários continentes.

O governo chinês promove os veículos elétricos, e apoia a indústria rumo à eletrificação. Por isso determinou que 20% dos carros em circulação na China, em 2025, deverão ser eletrificados ou movidos a combustíveis alternativos. Foi criado um programa de incentivos para atingir a meta. O Reino Unido vai na mesma tendência.

A Bahia precisa fazer alianças com empresas focadas na preservação ambiental, na sustentabilidade econômica dos negócios e no desenvolvimento da comunidade onde estão instaladas, comprometidas com o progresso da cidade, do estado e do país. Se têm origem no Reino Unido, na China, nos Estados Unidos, pouco importa.




Por , em 2021-01-13 06:02:00


Fonte atarde.uol.com.br



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário