Mesmo sem shows ou fogos de artifício no Recife, famílias mantêm tradição de passar a virada do ano em frente ao mar | Pernambuco – [Blog da Solange Pereira]

A ausência de shows e da queima de fogos de artifício na virada do ano, devido às restrições determinadas pelo poder público para evitar aglomerações na pandemia da Covid-19, não impediu que algumas pessoas fossem até a orla de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, para se despedir de 2020 e celebrar a chegada de 2021.

  • Estado totaliza 222.166 casos da Covid-19 e 9.654 mortes

Na madrugada desta sexta-feira (1º), pernambucanos e pessoas de outros estados que moram na capital passaram o réveillon na areia e no calcadão praticamente vazios. Além de o governo cancelar as festas de Ano Novo em todo o estado, a prefeitura proibiu comércio e a colocação de mesas, cadeiras, toldos e coolers na orla.

As estudantes Maria Clara Wanderley e Ana Carolina Wanderley fizeram questão de se despedir de 2020 de frente para o mar, na Praia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife — Foto: Pedro Alves/G1

As estudantes Maria Clara Wanderley e Ana Carolina Wanderley não deixaram as mudanças na virada do ano impostas pela pandemia do novo coronavírus interromperem a tradição de passar o Ano Novo de frente para o mar, em Boa Viagem.

“A gente sempre vem pra a casa da minha avó e, à meia-noite, caminhamos no calçadão, vemos os fogos e a festa. Este ano está desanimado, mas é o que temos que fazer, por enquanto. Na casa da minha avó, só vão ficar duas pessoas, tudo para prevenir o coronavírus”, disse Lara.

A costureira Cícera Lenilda e a corretora de imóveis Irlane Isabelle viajaram de moto de Caruaru para passar o réveillon no Recife — Foto: Pedro Alves/G1

A costureira Cícera Lenilda e a corretora de imóveis Irlane Isabelle saíram de moto de Caruaru, no Agreste pernambucano, até o Recife. Elas alugaram um quarto numa pousada para, mesmo sem festa, curtir o réveillon na praia.

“Eu já tinha passado o Ano Novo aqui outras vezes, mas Cícera não. Só de sair de Caruaru, para mim, já valeu a pena. Viemos desejar muita paz, dinheiro suficiente para viver e, principalmente, saúde, porque sem isso a gente não faz nada”, contou Irlane.

O casal Luziane Gomes e Daniel Oliveira sempre passa a virada do ano na Praia de Boa Viagem — Foto: Pedro Alves/G1

O casal Luziane Gomes e Daniel Oliveira, ambos motoristas de transporte por aplicativo, sempre passa o réveillon na Praia de Boa Viagem. Moradores de Afogados, na Zona Oeste do Recife, eles lamentaram que a virada de ano tenha que ocorrer sem as tradicionais festas.

“A gente fica triste com essa situação, a praia vazia, sem nada, mas a gente aceita. Sabemos que tudo isso é por um bem maior. Viemos à praia para manter a tradição”, afirmou Daniel.

O auxiliar administrativo Anderson Claudian morava em Natal e, em fevereiro, mudou-se com a família para o Recife. Por isso, resolveu passar o réveillon com a família em Boa Viagem pela primeira vez.

Anderson Claudian foi com a mãe, Aliana Souza, passar o réveillon na orla de Boa Viagem pela primeira vez — Foto: Pedro Alves/G1

“No primeiro ano que viemos, já pegamos essa situação. Lá em Natal também está tudo proibido. Festa, show, tudo por causa do coronavírus. Mesmo com restrições, viemos curtir o réveillon no mar”, disse.

Mais animada que Anderson, estava a mãe dele, a dona de casa Aliana Souza. Ela se apaixonou pela cidade com a vinda do filho para Pernambuco.

“Eu amo isso aqui. Tanto que, a cada dois meses, venho visitar, desde que meu filho veio morar aqui. Penso até em morar no Recife. Não importa a praia estar vazia, porque eu amo esse lugar”, declarou.

VÍDEOS: novidades sobre vacinas contra a Covid-19

Por , em 2021-01-01 00:17:00


Fonte g1.globo.com



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário