2021 será o ano do recomeço para família que teve residências destruídas por incêndio em Mato Leitão – [Blog da Solange Pereira]

Depois do incêndio na noite do Natal, família conta com a solidariedade da comunidade para reerguer as residências Foto: Taís Fortes/Folha do Mate)

Uma semana após um incêndio ter destruído as casas onde residiam, no Loteamento Amizade, interior de Mato Leitão, a estudante Jordanna Maquelly Guedes, 15 anos, a costureira Iasmin Beatris Simsen, 27 anos, a dona de casa Lurdes Maria Lenhart, 49 anos, o metalúrgico Cláudio Marcelo Grünhauser, 35 anos, o borracheiro Jair Neri Guedes, 52 anos, e o estudante Gabriel Marcelo Grünhauser, 6 anos, encontram na solidariedade de amigos, conhecidos e até mesmo de muitas pessoas desconhecidas, ajuda para começar a reconstruir o que as chamas consumiram. Quem também compartilha do sentimento é Samuel Luis Schuh, 16 anos, namorado de Jordanna.

Em uma das casas localizadas no terreno vivia Iasmin com o marido Cláudio e o filho Gabriel. Na outra residência, morava Lurdes, que é mãe de Iasmin, o marido Jair e a filha caçula Jordanna. O incêndio atingiu o local na noite da quinta-feira, 24, véspera de Natal. As causas do sinistro ainda não foram esclarecidas.

No mesmo dia, pela manhã, a família havia viajado para Arambaré onde passaria o feriadão de Natal com amigos. Eles foram avisados sobre a situação por vizinhos. “Não conseguimos acreditar. Só aceitei que era verdade quando comecei a receber as fotos e meu cunhado me ligou para dizer que era verdade”, recorda Iasmin.

Ainda se recuperando do abalo emocional causado pelo incêndio, a família agora conta com a ajuda de muitas mãos para reconstruir as casas e reorganizar a vida de cada um. “Bens materiais a gente consegue, pior seria se tivesse perdido alguém da família”, observa Guedes.

“Graças a Deus tem muita gente que ajuda. Sabemos que tem gente boa, mas quando acontece com a gente parece que isso se triplica. Com essa rede de ajuda não tem como não reconstruir”, considera Grünhauser. A solidariedade também é destacada por Iasmin. “Sexta-feira de manhã recebemos muitas ligações de pessoas querendo auxiliar. Isso me surpreendeu, porque não imaginava que tanta gente iria querer ajudar”, acrescenta.

Lembranças consumidas pelas chamas

Cláudio Grünhauser não consegue esconder a tristeza pelo incêndio ter tirado da família uma das coisas mais importantes que tinham: as memórias de momentos felizes e de conquistas alcançadas por eles. “Sinto mais pelas lembranças, como as roupas de quando o nosso filho era bebê e as fotos de quando minha esposa estava grávida”, compartilha.

Muito emocionado ele ainda menciona a bicicleta com a qual o filho Gabriel havia sido presenteado no Dia das Crianças. “Ele vai ganhar outra de doação”, comenta a mãe do pequeno. Duas motos da família que eram usadas no deslocamento até o trabalho também foram queimadas durante o sinistro.

Lurdes, com os olhos cheios de lágrimas, ainda lembra sobre os materiais escolares comprados para a filha Jordanna, que vai iniciar o Ensino Médio no Colégio Estadual Poncho Verde no ano que vem, que também foram destruídos pelas chamas. “Ela tinha perdido o notebook também, mas uma professora doou outro para ela. Não temos palavras para agradecer a todos”, ressalta.

Cláudio, Iasmin, Lurdes, Jordanna e Samuel mostram como ficaram as residências, após terem sido atingidas pelo incêndio (Foto: Taís Fortes/Folha do Mate)

“A bondade das pessoas e a vontade de nos ajudar marcaram muito.”

IASMIN BEATRIS SIMSEN – Costureira

Apoio

A família moradora da Cidade das Orquídeas tem recebido muitas doações, inclusive de moradores de outras cidades.

Além disso, eles destacam que a Organização Não-Governamental (ONG) Joaninhas do Bem e o grupo Alma Tricolor, ambos de Mato Leitão, estão colaborando muito com a arrecadação de doações. “Perdemos tudo, mas também estamos ganhando muita coisa”, comenta Grünhauser. Lurdes ressalta que a família sempre foi muita unida, inclusive a casa de Iasmin e Cláudio, foi construída por eles durante os fins de semana, e sempre gostaram de ajudar ao próximo.

A família também entrou em contato com a Prefeitura, que se colocou à disposição para auxiliá-los.

O Corpo de Bombeiros de Venâncio Aires, logo após o incêndio, organizou uma campanha para auxiliar com doações e a Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Santo Antônio de Pádua, na qual Jordanna e Gabriel estudam, está realizando uma ação para angariar valores que serão revertidos na compra de um vale de materiais de construção. As contribuições podem ser entregues na secretaria da instituição de ensino.

Além disso, a casa onde a família está foi cedida por um casal de amigos, Jair e Sandra Alves, que lhes ofereceu o local para ficarem o tempo que for necessário.

A família ressalta que a principal marca que ficou foi a solidariedade das pessoas que procuraram por eles para deixar uma palavra de conforto e auxiliar com o que era possível. Para o novo ano que se inicia amanhã, o sentimento deles é de esperança, recomeço e ansiedade para ver as casas reconstruídas.

Doações

A família já recebeu muitas doações, algumas – em especial, roupas que não serviram – serão repassadas por eles para outras pessoas que estejam precisando. Contudo, eles ainda necessitam de alguns itens. O principal é material de construção. Também são esperadas doações de roupas masculinas, tamanhos 44 e 46 para calças/bermudas e GG para blusas; calçados, principalmente tênis, feminino, tamanho 38, e masculino (infantil), tamanho 34; calçados masculinos tamanhos 42 e 40 e materiais escolares.

Ação entre amigos

A família está organizando uma ação entre amigos para auxiliar na reconstrução das residências. Durante esta semana, eles estão buscando doações de prêmios. Quem tiver interesse em colaborar com a iniciativa pode entrar em contato com Iasmin pelo telefone 98059-3118 ou com Lurdes pelo número 99988-7007.

LEIA MAIS: 

Fotos: Família de Mato Leitão perde tudo em incêndio; veja como ajudar

Por , em 2021-01-01 05:00:00


Fonte folhadomate.com



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário