Exclusiva e atemporal, Amey levanta a bandeira da moda consciente | Especial Publicitário Amey – [Blog da Solange Pereira]

A indústria da moda vem passando por transformações – mais do que necessárias – nos últimos tempos e, com ela, também tem mudado a nossa relação com as roupas. Se, há alguns anos, as peças de vestuário eram encaradas como produtos descartáveis, de vida breve, o atual movimento de moda consciente e sustentável tem nos ensinado que vale muito mais apostar em qualidade e estilo do que seguir tendências passageiras.

Além de reduzir o impacto negativo da produção e do descarte industriais no meio ambiente, consumir de maneira responsável tem consequências diretas na autoestima. Afinal, há coisa melhor do que vestir uma roupa que traduz sua personalidade sem recorrer a padrões genéricos que nos são impostos? Ou mais agradável do que a sensação de usar uma peça que abraça seu corpo como uma segunda pele? Na Amey, moda é algo sério, consciente e com propósito. A marca curitibana de vestuário feminino se preocupa em confeccionar roupas de estilo atemporal, que são capazes de unir beleza, qualidade e autenticidade.

As peças Amey podem ser adquiridas pelo site da marca ou nas lojas físicas localizadas no Shopping Mueller e no ParkShopping Barigui — Foto: Divulgação

Estilo sem data de validade

Para Amanda Brito, CEO da Amey, a lógica da roupa descartável nunca fez sentido. Ligada ao mundo da moda desde a infância, ela sempre priorizou o estilo e a alta qualidade das peças que vestia. À frente de uma marca de roupas femininas, sua postura não poderia ser outra: a empresária transportou esse cuidado para a empresa e investiu em processos de produção responsáveis.

“O alto valor agregado é um dos grandes diferenciais da Amey. A cliente pode ter a certeza de que não vendemos apenas uma peça, há uma cadeia de valor por trás, há pessoas que se dedicam a produzir a roupa”, garante.

Para Amanda Brito, o estilo atemporal da Amey é uma forma de resistir à cultura do descarte, tão presente no mundo da moda — Foto: Divulgação

Um dos principais focos da marca é a atemporalidade. Isso significa que as coleções produzidas pela Amey não se apoiam em tendências fugazes, que saem de cena de tempos em tempos. Seu estilo perdura através do tempo, alinhando-se à célebre frase de Coco Chanel de que “a moda passa, o estilo permanece”.

“A roupa precisa nos fazer sentir bem, independentemente da estação. A mulher tem que ser quem ela quiser ser e vestir o que quiser vestir, quando quiser vestir”, defende a CEO.

Um toque de arte e de sustentabilidade

O processo de criação da Amey encontra sua inspiração na alta costura internacional. E apesar de ser uma empresa que une, de maneira inteligente, a moda e a tecnologia, a produção das peças conta com várias etapas artesanais, slow fashion, tornando suas roupas únicas.

O processo de produção das estampas é todo artístico. Por isso, os desenhos da Amey são exclusivos — Foto: Divulgação

As estampas, por exemplo, são desenhadas à mão, após um longo período de estudo de referências. Essa dinâmica é o coração do procedimento criativo da marca. As cores utilizadas nas peças também são personalizadas. Esse trabalho artístico valoriza ainda mais as coleções lançadas pela Amey.

Todas as peças da marca são confeccionadas com cuidado, depois de muita pesquisa — Foto: Divulgação

Outro ponto que merece destaque é o método de produção consciente adotado pela empresa, que se alinha ao conceito de moda sustentável. Para a criação da peça-piloto – primeiro exemplar de um modelo, que vai ajudar a decidir se a peça será ou não produzida para a coleção –, a marca utiliza uma técnica de modelagem conhecida como moulage. Essa prática consiste em moldar a roupa em um manequim, como em um trabalho de alfaiataria, garantindo que ela servirá como uma luva e que não haverá produção desnecessária de resíduos. Com a digitalização do modelo, a tecnologia também entra em jogo para acertar os detalhes da peça e dar forma a um processo de produção responsável.

Dispondo de tecidos de qualidade, desenhos e modelagens exclusivos, acabamento de alta costura e muito cuidado em todos os estágios de produção, a Amey prova que respeita as clientes e o planeta no qual vivemos.

Do processo criativo à produção das roupas de fato: tudo envolve qualidade e responsabilidade — Foto: Divulgação

É claro que qualidade e tecnologia são sinônimos de muito estudo. Por isso, a empresa investe em pesquisas que fortalecem seu processo criativo. Em parceria com a Universidade Tuiuti do Paraná, a marca curitibana mantém um laboratório de desenvolvimento e criação de moda. O Lab abre espaço para novos talentos do ramo e incentiva o compartilhamento de ideias inovadoras que possam transformar o mercado de roupas femininas. É a moda do futuro sendo construída de forma responsável e colaborativa – e a Amey não só faz parte disso, como se coloca à frente desse desafio.

Por , em 2020-12-23 10:43:00


Fonte gshow.globo.com



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário