O futuro do consumo: marca de moda combina compra física e virtual | Especial Publicitário Amey – [Blog da Solange Pereira]

Se há algo que 2020 nos ensinou foi a valorizar as conexões que são parte do nosso dia a dia. É até estranho pensar que, em um ano em que ficamos fisicamente afastados, nunca estivemos tão próximos e tão tecnologicamente conectados. Por isso, podemos dizer, sem medo de errar, que “conexão” é a palavra que dará o tom para nossas relações do amanhã – não só as pessoais, mas também as relações de consumo.

A pandemia já nos mostrou a relevância da dinâmica de compras em plataformas digitais. Consolidadas como uma alternativa fácil e segura durante o período de isolamento social, elas certamente seguirão sendo parte do nosso “novo normal”. Mas o futuro reserva mais do que isso: daqui para frente, consumir será uma experiência que combina o físico e virtual, de maneira conectada. Ainda que pareça algo ligado a um cenário futurista, para a marca de moda feminina Amey, essa tendência já é uma realidade.

Um nó entre o mundo físico e o virtual

A nova loja Amey no ParkShopping Barigui apresenta a combinação perfeita entre moda e tecnologia — Foto: Divulgação

No ambiente virtual, a Amey se sente em casa. Sendo uma Digitally Native Brand (DNB) – o que significa que nasceu no espaço digital –, a marca curitibana já oferece, há cerca de seis anos, a possibilidade de adquirir seus produtos pelo e-commerce, sem precisar deixar o conforto do sofá. O grande diferencial da empresa, que investe em peças exclusivas e atemporais, é o laço que tece entre moda e tecnologia e entre o físico e o virtual, apostando em um conceito conhecido como OmniChannel.

Com duas unidades no “mundo real” – uma no Shopping Mueller e outra no ParkShopping Barigui –, a Amey permite que as consumidoras escolham, provem e comprem as roupas utilizando um sistema ágil, moderno e intuitivo, completamente online. Suas lojas físicas possuem totens equipados com inteligência artificial para guiar as compradoras por toda a Amey Experience. As etapas integradas auxiliam o público a viver a experiência da marca em diferentes canais. Inovação, além de conexão, é palavra de ordem para a empresa.

Com o uso dos totens, a experiência de compras se torna mais simples, rápida e repleta de autonomia — Foto: Divulgação

“Nós estamos sempre com o olhar lá na frente, entregando produtos de alto valor agregado e usando a tecnologia sempre a favor da cliente. O que oferecemos é uma experiência inovadora”, afirma Amanda Brito, CEO da marca.

Uma vitrine na tela do celular

E se a internet é terreno dominado pela Amey, é claro que a marca teria um cuidado especial com seus perfis nas redes sociais. Brito, que também é formada em administração e marketing, explica que toda empresa deve prestar atenção na postura que assume nessas plataformas, já que o público fica atento ao comportamento das marcas nesses canais.

“Isso tem se tornado cada vez mais relevante, principalmente com a pandemia. Tudo tem se interligado às redes sociais. Nas nossas páginas, mostramos nossos produtos, mas também nosso dia a dia: a estilista desenhando, a costureira produzindo, nossa equipe atuando. É preciso entender que uma marca não deve agir como apenas uma marca. É preciso humanizar esse processo, aproximar a cliente. Muitas conversam com a gente como se fossemos amigas. É isso que a gente quer.”, conta a empresária.

A CEO Amanda Brito comanda a Amey guiada pelo amor à moda e pelo desejo de inovar o mercado — Foto: Divulgação

Verdade e inclusão também são elementos importantes para qualquer empresa que busque se fortalecer nas plataformas digitais. Brito revela que o diálogo com as consumidoras faz com que a Amey pense constantemente em valorizar corpos reais.

“As pessoas querem ver mulheres reais! Essa é uma mudança grande e importante pela qual o mercado da moda está passando, porque antes tudo era baseado em estereótipos. É por isso que, na Amey, temos roupas do PP ao GG, para todos os corpos”.

A Amey celebra a beleza de mulheres reais! — Foto: Divulgação

Anote as dicas: como acertar nas compras online

Como as compras online chegaram para ficar, que tal aprender a extrair o melhor dessa experiência? Com aptidão de especialista, a CEO da Amey levantou alguns pontos que precisam ser levados em consideração por quem quer adquirir um produto pela internet sem o receio de errar no processo. Olha só:

1.Pesquise muito! Verifique bem o site onde vai realizar a compra. Leia o rodapé, a página de apresentação da marca, confira as redes sociais e dê atenção especial para os comentários de outros consumidores. Eles ajudam muito a descobrir se a empresa é confiável.

2.Fique de olho nas medidas. Hoje em dia, sites de roupas têm recursos de tabelas de medidas para auxiliar os compradores na hora de escolher o tamanho da peça. Caso haja alguma dúvida nesse processo, contate os atendentes virtuais da loja. “Na Amey, temos um chat com consultoria de moda, no qual são dadas respostas personalizadas. A ideia é que a experiência de compra seja boa e assertiva”, garante Amanda Brito.

3.Leia as descrições da peça. As fotos nem sempre contam tudo o que a gente precisa saber sobre um produto. Por isso, ler as informações colocadas no site pode ajudar a entender questões importantes, como qual é o material utilizado na confecção da roupa, por exemplo.

4.Conheça seus direitos. Todo cliente deve saber que pode cancelar a compra dentro de determinado período de tempo. Também pode trocar a peça caso ela não sirva ou venha com defeitos. Por essa razão, informar-se sobre seus direitos é algo essencial. Na Amey, o processo de troca e cancelamento é simples e rápido, do jeito que deve ser. Para a marca, qualidade, tecnologia e respeito pelo consumidor caminham lado a lado.

Vivendo a Amey Experience

A fim de conhecer cada detalhe do processo inovador que une compra física e digital, a comunicadora Isadora Markus mergulhou na experiência Amey, do começo ao fim. Encantada com a qualidade das peças e com a tecnologia envolvida, Isa compartilhou suas impressões com a gente: “É tudo incrível. Consegui ver e tocar nas roupas, mas não precisei de ajuda para saber se aquelas que escolhi estavam disponíveis no meu tamanho. Consegui fazer isso sozinha pelo totem. Sem falar na ajuda das consultoras da loja para complementar meus looks. Se pudesse definir a Amey em uma expressão, seria: um parque de diversões para nós, mulheres”.

Confira a experiência que ela viveu com Amey.

Por , em 2020-12-18 10:19:00


Fonte gshow.globo.com



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário