Mobilização iniciada em Criciúma clama pelo não retorno das aulas presenciais em meio à pandemia – [Blog da Solange Pereira]

Mobilização iniciada em Criciúma clama pelo não retorno das aulas presenciais em meio à pandemia

Uma mobilização foi iniciada em Criciúma visando o não retorno das aulas presenciais em meio à pandemia da Covid-19, ao menos, enquanto não houver a vacina.

Além do movimento realizado nas redes sociais “Lute uma vez que uma Mãe”, encabeçado pela mãe e escritora Carol de Lucca, uma petição on-line também foi promovida. Confira AQUI!

“A retomada das aulas nesse momento, em que o coronavírus ainda não está sob controle, é um grave erro, que expõe a riscos a vida de professores, profissionais da instrução e até mesmo dos próprios alunos e seus familiares. O transe objetivo é que, algumas semanas em seguida o retorno, tenhamos mais mortes, inclusive de crianças”, aponta secção da descrição da petição.

Pico

O decreto do Governo de Santa Catarina prevê o retorno no dia 8 de setembro, ou seja, em menos de um mês. O estado e Criciúma enfrentam, nos últimos dias, o pico maior da Covid-19, com recorde no número de casos, de hospitalizados e de óbitos registrados em decorrência do novo coronavírus.

As secretarias, em parceria com o poder público e órgãos fiscalizadores, elaboram um protocolo sanitário, e de segurança, para o retorno, mas mesmo assim muitos mães não se sentem seguras.

Pesquisa

Uma pesquisa já apontou que 61% dos pais moradores da Associação de Municípios da Região Carbonífera (AMREC) – reclassificada pela quinta vez consecutiva uma vez que gravíssima no planta de risco da Covid-19 em SC -, conforme questionário distribuído para os 45 milénio alunos das 12 cidades, são contra a volta presencial às aulas neste ano.

Mesmo com a liberação por secção do Governo do Estado, os municípios têm autonomia para restringir o retorno.

Liberdade

Segundo Carol, em publicação em suas redes sociais, o “Lute uma vez que uma Mãe” foi criado com o intuito principal de exigir a totalidade liberdade das mães e pais a escolherem se seus filhos devem ou não ir para a escola “nesse momento nunes, nunca vivido por essa geração”, caracterizou.

Movimento é realizado nas redes sociais / Foto: Reprodução

Confira o relato

“Ao volta do mundo, as cidades que retomaram as aulas de forma presencial, oportunizaram aos pais a escolha, já que manterão as aulas online até que se tenha, no mínimo, uma vacina.

E não deve ser dissemelhante em nosso Estado.

É responsabilidade da família, da comunidade, da sociedade em universal, e do poder público, certificar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimento, à instrução, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à distinção, ao saudação, à liberdade e à convívio familiar e comunitária. (ECA, cláusula 4º, caput)

Porquê é de conhecimento universal, não há vacina para o Corona Vírus. A única saída, atualmente conhecida, é o isolamento social.

É verosímil, nessas circunstâncias, retomar as aulas dos nossos filhos? Não precisa ser mãe ou pai para saber a resposta.

Os índices do progresso de contaminação e óbitos em SC pela Covid-19, vem crescendo absurdamente em nosso Estado, o que pode ser comprovado pelo alerta vermelho que nos encontramos.

Ninguém tem o recta moral tão pouco lítico de obrigar os pais a exporem seus filhos a um vírus mortal e sem vacina.

Quando um rebento nasce Deus manda para a Terreno sua leal representante: a mãe.

Só uma mãe conhece o maior paixão do MUNDO.

Só uma mãe sabe os diferentes choros de um bebê no princípio.

Só uma mãe sabe o que é permanecer acordada a noite toda cuidando do rebento e ao amanhecer ir direto para o trabalho.

Só uma mãe coloca as necessidades do rebento em primeiro lugar, só uma mãe esconde sua dor para um rebento não tolerar…

Só uma mãe trabalha em vivenda, tem seu negócio, trabalha fora, é eletricista, pintora de parede, cozinheira, modista…

Só uma mãe pode dar a vida!

Uma mãe sabe o que é o maior paixão do MUNDO. Em nome do paixão aos nossos filhos e à vida nós exigimos o recta da não obrigatoriedade de mandar nossos filhos para as aulas presenciais enquanto não houver uma solução para o término da pandemia.

Pelo recta à vida convidamos todos para esse movimento.

Em nome do Paixão e pela preservação da vida.

A luta de uma mãe é de todas

Aquém de Deus só uma mãe.

#lutecomoumamae”.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na superfície peculiar sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens predilecto:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Por , em 2020-08-14 18:28:00


Natividade ocp.news



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário