Lafayette Andrada busca alianças partidárias em disputa pela PBH – [Blog da Solange Pereira]

Deputado foi confirmado pelo Republicanos depois desistência de Mauro Tramonte. Andrada faz críticas ao prefeito Kalil e espera se tornar mais publicado nos próximos meses

Em seu primeiro procuração porquê deputado federalista por Minas Gerais, Lafayette de Andrada será o nome do Republicanos na disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte. Inicialmente, o parlamentar não era cotado para a disputa porque o deputado estadual Mauro Tramonte – mais votado na última eleição para a Parlamento Legislativa de Minas – era indigitado porquê o candidato da legenda para concorrer na capital. O pré-candidato já costura apoios partidários para a corrida. 

“O Mauro Tramonte é um fenômeno eleitoral, e o partido sempre teve ele porquê um verosímil candidato. Ocorre que ele, por razões pessoais, reiteradas vezes vem afirmando para o partido que não desejava disputar a eleição para prefeito”, disse Andrada. A partir daí foi que o nome de Lafayette Andrada foi confirmado pela {sigla}. “Com a decisão dele de não disputar, o partido entendeu por escolher o meu nome, e me sinto muito honrado”, avaliou.

Em pesquisa do Instituto Paraná, Andrada aparece com 0,5% dos votos. Ele considerou que o resultado está ligado ao indumento de que a população ainda não sabe que ele é pré-candidato. 

“Meu nome não foi veiculado ainda, a campanha eleitoral ainda não se iniciou, e, portanto, não existe conhecimento por secção da população nem sobre a minha pré-candidatura, nem sobre quem é o Lafayette, porquê é o perfil do Lafayette”, afirmou.

Na última eleição, quando foi eleito deputado federalista, Andrada teve 103.090 votos, sendo 15.889 em BH. Antes disso, ele concorreu em 2016 à Prefeitura de Juiz de Fora e teve 6.259 votos, ficando em quinto lugar na disputa. Lafayette foi deputado estadual por três mandatos e secretário de Estado de Resguardo Social no governo Antônio Anastasia (PSDB).

Na avaliação da investigador política da Universidade Federalista de Minas Gerais (UFMG) Mara Telles, o nome do apresentador Mauro Tramonte poderia fazer frente ao atual prefeito. Já Andrada, segundo ela, é pouco publicado na capital.

“Tramonte seria um nome bastante competitivo, uma vez que ele teve muro de 500 milénio votos, é uma pessoa bastante conhecida e tem todo um capital midiático”, avaliou Telles.

Na disputa à prefeitura da capital mineira, o deputado aposta em coligações com outros partidos – que garantem maior tempo de rádio e TV aos candidatos. “Posso te asseverar que teremos alianças. As conversas estão acontecendo, embora esteja tudo praticamente sentenciado”, afirmou o pré-candidato. No entanto, ele não adiantou quais podem ser essas legendas a conceber com seu partido. 

Críticas a Kalil

Outra aposta de Andrada para se firmar porquê opção viável para o eleitorado de BH e que já tem aparecido em vídeos divulgados em suas redes sociais é uma pré-campanha de oposição à gestão do prefeito Alexandre Kalil (PSD), indigitado porquê predilecto à reeleição nas pesquisas realizadas até agora. 

“Sobre a governo do Kalil porquê um todo, eu posso manifestar que ele, lamentavelmente, não cumpriu com o que prometeu quando era candidato. Nossos índices na instrução não tiveram evolução, ele prometeu obras de infraestrutura importantes porquê no Vilarinho e tantas outras e não as executou, prometeu tirar famílias de áreas de risco e não as retirou”, afirmou.

Já sobre a gestão municipal em relação ao combate à pandemia de coronavírus, o pré-candidato acusou o prefeito de “incoerência” em relação às medidas adotadas. 

“Acho que há uma incoerência nas<CW-26> tomadas de decisão: quando ele (prefeito Kalil) abriu o negócio, ele abriu o Shopping Oi e não abriu outros shoppings, qual a conformidade disso? Em um dia ele proíbe os jogos, ainda que de portões fechados, e no dia anterior autoriza grande reunião, uma sarau de posse no Palácio das Artes”, questionou Andrada. 

O deputado citou que prefeitura não aumentou o número de leitos, não construiu hospital de campanha nem adquiriu respiradores. “Não se preparou para enfrentar a pandemia”, disse o pré-candidato. 



Por , em 2020-07-30 03:00:00


Manancial www.otempo.com.br



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário