Nova Friburgo, RJ, abre inscrições para o ‘Festival Conectarte’ | Região Serrana – [Blog da Solange Pereira]

Nesta segunda-feira (20) começam as inscrições para o “Festival Conectarte”, que vai contemplar 90 produções artísticas de Novidade Friburgo, na Região Serrana do Rio.

O edital do projeto foi publicado no Quotidiano Solene no último sábado (18) pela Secretaria Municipal de Cultura em conjunto com a Prefeitura do município. As inscrições, que serão feitas exclusivamente pelo e-mail [email protected], seguem até o dia 30 de abril.

Música, dança, teatro, artesanato e contação de histórias são algumas das manifestações artísticas que poderão participar do projeto, segundo informações da Prefeitura.

O “Festival ConectArt”, ainda segundo a Prefeitura, será financiado com recursos do Fundo Municipal de Cultura, com o objetivo de incentivar a realização de apresentações através de redes sociais e plataformas virtuais, com um investimento totalidade de R$ 90 milénio, que serão divididos entre os 90 projetos inscritos.

“É importante nesse momento compreender o papel humanizador da arte e da cultura. O papel de conforto, de oferecer uma selecção, do sonho para as pessoas, e compreendendo que é uma categoria econômica importante na cidade.”, comentou Jorge Ayer, presidente do Recomendação Municipal de Cultura

Com o cenário atual de pandemia e o isolamento obrigatório, as apresentações artísticas através das redes sociais têm se tornado popular.

A atriz Juliana Ibraim é dona de uma companhia de teatro e conta que está sem renda desde o primícias da quarentena.

“Na verdade, a gente não tá conseguindo manter o orçamento. A gente teve uma primeira atividade que parou, que foram as escolas, e afetou diretamente no nosso trabalho. A primeira semana que a escola parou, a gente parou tudo também. Logo, a gente não tá conseguindo manter. O artista individual que tem MEI tá recebendo ajuda do governo, no nosso caso, que é uma micro-empresa, a gente não tem uma vez que receber auxílio”, explicou.

Ainda segundo o Presidente do Recomendação Municipal de Cultura, o órgão fez um estudo para buscar contemplar o maior número verosímil de artistas, com uma verba razoável e de forma responsável.

Ele explicou que os projetos deverão sempre ser apresentados no formato do dedo, seguindo também algumas especificidades, uma vez que por exemplo as bandas, que não poderão se reunir a não ser que todos os componentes morem juntos, já que é um edital para um período de isolamento.

O município entende que a categoria, acostumada a levar alegria e esperança para o público, precisa mais do que nunca de esteio neste período de pandemia em que as pessoas precisam permanecer em lar.

“Acredito que se não houver uma ação do poder público firme, não sobreviveremos a isso. Pelo menos a minha classe não sobreviverá a isso”, desabafou o músico Wilson Bizzar.

Por , em 2020-04-20 14:16:00


Natividade g1.mundo.com



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário