Reeducandos em Ji-Paraná e costureiras de Ariquemes produzem máscaras de proteção contra o coronavírus – [Blog da Solange Pereira]

Com a média de 1,5 milénio máscaras produzidas por dia, a mobilização entre órgãos do Estado no projeto com reeducandos em Ji-Paraná, e no base à associação de costureiras na região de Bom Horizonte em Ariquemes, tem confederado desenvolvimento social às ações de combate à propagação do novo coronavírus em Rondônia.

As iniciativas desta produção estão sendo coordenadas pelas Secretarias Executivas Regionais (SER), instaladas nos dois municípios, funcionando porquê representantes do Governo de Rondônia na região, sob coordenação da Secretaria de Estado do Planejamento,Orçamento e Gestão (Sepog).

Em Ji-Paraná, segundo o secretário regional, Everton Esteves, a secretaria visualizou na estrutura do ateliê instalado na Penitenciária Regional Doutor Agenor Martins de Roble, a oportunidade de alinhar o trabalho dos reeducandos, contribuindo na remissão de suas penas, às iniciativas de auxílio no combate à pandemia.

As parcerias vêm de representantes do Ministério Público de Ji-Paraná e Ouro Preto; Parecer da Comunidade de Ji-Paraná; Poder Judiciário, por meio da Vara de Realização Penal; e do deputado estadual Jhonny Paixão, possibilitando o trabalho de confecção de tapume de milénio máscaras diárias. A formação das parcerias contribuíram na doação dos insumos e na passagem de estrutura e equipamentos.

O trabalho de produção é dividido em cinco etapas, iniciando pelas  orientações técnicas e criteriosas repassadas pela diretora administrativa da unidade prisional até o processo de esterilização em aparelho próprio para esta finalidade. As máscaras são distribuídas gratuitamente às entidades públicas porquê Secretarias de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), de Justiça (Sejus), Planejamento (Sepog),  polícias Social e Militar, e demais entidades da região. As famílias dos reeducados também são contempladas.

“Os efeitos pedagógicos do projeto somados a uma série de fatores que contribuem na ressocialização dos apenados e ainda na proteção das pessoas contra o Covid-19 explicam a relevância do projeto. Vale ressaltar a alegria e satisfação dos internos envolvidos, por estarem produzindo esses EPI’s. Para eles, foi mais que uma oportunidade de trabalho e remissão de pena. Estão agradecidos por estarem aprendendo uma profissão que levarão por toda vida e satisfeitos em saberem que estão contribuindo na proteção contra o novo coronavírus”, destacou o secretário regional.

Seguindo a mesma visão de mobilização e parceria, a SER de Ariquemes observou o aumento da demanda do equipamento na região e agregou a oportunidade de reativar a associação Polo de Costura, instalada no Mina Bom Horizonte, que estava praticamente paragem. O polo conta com 16 mulheres e oito máquinas, mas no intuito de evitar a aglomeração, o secretário regional Euclides Santos, explicou que o trabalho é realizado por cinco costureiras do projeto, produzindo uma média de 500 máscaras por dia. O processo também conta com orientação sobre os critérios de fabricação de combinação com o Ministério da Saúde e, depois confeccionadas, passam pela esterilização em Ariquemes.

“Os beneficiados serão em primeira mão a população do província Mina Bom Horizonte, em seguida Cumeeira Paraíso e estamos em projecto de trazer também para Ariquemes”, disse o secretário, destacando também que embora já esteja em produção, o projeto precisa fortalecer as parcerias com empresários das cidades que compõem a região, por exemplo, e deverá ser reestudado para ampliar os resultados. “Estamos seguindo as orientações de evitar os trabalhos externos, dessa forma toda cautela nesse momento se faz necessário”, frisou.

O secretário da Sepog, Pedro Pimentel, parabenizou o trabalho das secretarias regionais que seguem a preceito do governador coronel Marcos Rocha de manter os esforços e dedicação no trabalho. “Nesse momento de tantas dúvidas, pavor e carência financeira, iniciativas porquê essas representam o poder da união de pessoas e instituições em prol de todos”, ressaltou.

Para o coordenador das Secretarias Executivas Regionais, Natan Oliveira, “os projetos expressam a relevância dos núcleos de projetos regionais que agregam todas as entidades do Governo e interagem com os municípios e terceiro setor e posicionam as regionais no seu real papel de fomentar, ler e fortalecer o Governo em todas as regiões de Rondônia com foco no desenvolvimento das diversas áreas das políticas públicas, seja qual for o cenário que o Estado esteja enfrentando”.

Manancial: Governo de Rondônia

Por , em 2020-04-17 08:55:07


Manancial portalespigao.com.br



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário