Costureiras de Helipolis ganham emprego temporrio ao produzir mscaras de pano – [Blog da Solange Pereira]




Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero – entrando agora ganhe Moldes grátis para imprimir + aula de teste.

Costureiras de Helipolis ganham ocupação temporrio ao produzir mscaras de tecido

FOTO: G1

“O mais gratificante para mim saber que alm de ajudar a minha famlia, eu tambm estou ajudando outras pessoas”.

o que Maria Paulina sente, ao lado de outras 63 mulheres, ao fazer secção do projeto “Heris Usam Mscaras” em Helipolis, na Zona Sul de So Paulo.

Helipolis uma comunidade de So Paulo criada na dcada de 1970;

O lugar tem hoje tapume de 200 milénio habitantes

Na ltima quarta-feira (1), o ministro da Sade, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que mscaras simples, feitas em morada, devem ser usadas por qualquer pessoa uma vez que forma de diminuir o risco de contaminao por coronavrus. E reforou que as cirrgicas, j em falta, devem ser exclusivas dos hospitais.

Aps o pronunciamento, a procura pelas mscaras aumentou ainda mais. Por conta disso, uma parceria entre o Instituto Bei, Unio de Ncleos, Associaes dos Moradores de Helipolis e Regio (Unas) e o Meio Estadual de Educao Tecnolgica Paula Souza (CEETEPS), responsvel pela administrao das Etecs de So Paulo, iniciou a produo em tamanho de mscaras de tecido para repartir para a populao de Helipolis.

O projeto, com base de instituies privadas e do governo estadual, contratou 64 costureiras que moram no bairro para trabalhar 8 horas por dia de forma remunerada, 50 delas em regime de home office. O restante, que no tem mquinas de costura para trabalhar em morada, est exercendo a funo em uma carreta estacionada na Etec Helipolis.

Cada modista recebe tapume de R$ 100 por dia. Outros bairros das periferias do estado de So Paulo tambm esto produzindo mscaras para a distribuio. Ao todo, so 5 carretas em diferentes regies do estado.

Para a aposentada Maria Paulina, de 66 anos, a iniciativa uma forma de ela se sentir til ajudando a comunidade. Assim uma vez que a maioria das mulheres que esto trabalhando na iniciativa, ela mora com os dois filhos e a principal manancial de renda da famlia. Com a oportunidade, Maria afirma que ir conseguir remunerar as contas e sustentar a famlia neste ms.

“Olha eu estou me sentindo til e extremamente grata por ajudar uma populao que precisa tanto. E isso acaba me ajudando tambm enquanto a crise no passa. uma iniciativa muito importante e maravilhosa para a populao de Helipolis”, afirma Maria.

A meta de cada contratada a de produzir 48 mscaras por dia. Diariamente so produzidas 3.072 somente em Helipolis.

Salete Barboza, de 48 anos, autnoma e trabalha uma vez que mecnica de mquinas de costura. Com a crise do coronavrus ela conta que estava sem clientes e consequentemente sem renda para sustentar a famlia.

Salete mora com a esposa, que est desempregada, e a enteada de 6 anos. “Esse projeto caiu uma vez que uma mo na roda. Antes de comeara costurar eu j estava em desespero sem saber uma vez que lucrar quantia para sustentar a morada e remunerar as contas no termo do ms. Agora eu me acalmei e estou rezando para que isso passe logo e tudo possa se regularizar”.

“Eu sempre frequento a Unas em procura de qualquer curso, alguma coisa para fazer e as meninas me contaram sobre o projeto e uma vez que eu j conheo o funcionamento da mquina resolvi me candidatar”, afirma Salete.

As mulheres que entraram no projeto foram convidadas por whatsapp e a equipe j est formada. Por enquanto, no existe a possibilidade de montar novas turmas para produo.

Aquiana Mendes, de 26 anos, uma das coordenadoras da equipe que atua na carreta, afirma que no lugar de trabalho foram adotadas medidas rgidas de higienizao para evitar o risco de contaminao. “Todas as mquinas esto dividas com plstico cirrgico, cada modista tem seu lcool gel e um pacote de papel para realizar a higienizao individual do seu espao”.

Segundo ela, todo dia aps o horrio de almoo uma equipe de limpeza realiza a higienizao completa na carreta. Somente aps esse procedimento as costureiras voltam a produzir. Os panos utilizados para a produo das mscaras tambm so individualizados.

“Cá na carreta, at o termo do ms a nossa inteno entregar at 10 milénio mscaras. Estamos produzindo mais de 600 por dia”, informa Aquina.

Distribuio

A distribuio das mscaras de tecido ser realizada no prprio bairro. A primeira entrega ser realizada na comunidade na segunda-feira (13). “Primeiramente vamos entregar para as pessoas que esto realizando trabalho voluntrio, aps isso iremos repartir de morada em morada e em postos de sade”, afirma Cleide Alves, presidente da Unas.

Cada pessoa ir receber um kit com duas mscaras reutilizveis.

“Ns estamos nessa frente para salvar vidas. Estamos nos antecipando para salvar a nossa populao porque o impacto do coronavrus em um periferia muito grande por conta da geografia do nosso espao. Queremos fazer a preveno para evitar a multiplicao dos casos”, diz Cleide.

Para Cleide, essa uma luz no termo do tnel para a preveno da Covid-19 nas periferias. Segundo ela, a principal recomendao de lderes comunitrios da regio que moradores lavem as mos com gua e sabo. O lcool em gel infelizmente virou cláusula de luxo, j que em mercados e farmcias da regio est indisponvel desde o inicio do surgimento de casos em So Paulo.

“J que as mscaras so uma forma de proteo individual, ns estamos correndo com a produo para proteger a nossa populao. Ns queremos impactar tapume de 200 milénio pessoas e incentivar outras a produzirem tambm suas prprias mscaras”, afirma Cleide.

Cuidados em morada

Salete conta que toda a famlia adotou medidas de distanciamento social no perodo de quarentena, a nica pessoa que est saindo de morada ela por conta do trabalho. “Mal chego em morada coloco a roupa para lavar, tomo um banho e somente depois disso vou conversar com a minha filha. Nosso maior zelo com ela. Felizmente nenhuma de ns faz secção de grupos de risco, mas todo zelo pouco”.

Maria Paulina est redobrando os cuidados em morada. “Apesar de no parecer, eu tenho mais de 60 anos. Consegui esse trabalho e no tenho uma vez que no concordar porque esta a nica forma de ter uma renda em morada. Uso mscara 24 horas por dia, logo que chego em morada eu tiro a roupa que estava usando na rua e coloco para lavar.”

Para comentar na página você deve estar logado. Oriente espaço visa promover um debate sobre o objecto tratado na material. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a moral e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.



Por , em 2020-04-10 21:30:00


Fonte gazetaweb.globo.com



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário