Pequena são-carlense abre mão do ovo de Páscoa para ajudar Santa Casa – [Blog da Solange Pereira]




Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero – entrando agora ganhe Moldes grátis para imprimir + aula de teste.

Liz Maria de Lorenzo Paschoal, de 10 anos, ajudando a fazer máscaras - Crédito: DivulgaçãoLiz Maria de Lorenzo Paschoal, de 10 anos, ajudando a fazer máscaras – Crédito: Divulgação

Qual é a preço de um ovo de Páscoa?  Para a rapariga Liz Maria de Lorenzo Paschoal, de 10 anos, o chocolate vale menos que a solidariedade.

A avó dela deu R$ 100 de presente, para que a rapariga pudesse comprar um ovo de Páscoa. Mas Liz ficou sabendo que a Santa Vivenda está precisando de EPIs para os profissionais de saúde se protegerem contra o novo Coronavírus (COVID-19) e decidiu doar todo o verba para que o hospital possa comprar TNT e, assim, confeccionar máscaras e jalecos.

Líz ainda teve outra iniciativa. Uma vez que ela faz curso de namoro e costura desde os 7 anos, ela também pôs a mão na tamanho e ajudou a avó a costurar as laterais de 50 máscaras: “eu fico feliz em ajudar as pessoas que estão precisando, pois estamos vivendo tempos difíceis. Os profissionais precisam da nossa ajuda nesse momento”, afirma Liz.

A avó, Maria Ofélia Di Lorenzo, fala com muito orgulho da iniciativa da neta: “foi uma atitude muito generosa fazer essa troca pra ajudar o próximo.  Temos que ensinar as crianças a serem solidárias. Criamos a Liz com essa filosofia de ajudar sempre quem precisa.”  

Dona Maria Ofélia ainda ressalta que outras pessoas também se mobilizaram pra ajudar o hospital: “em parceria com o Rotary São Carlos Clima, a Associação Mercantil e Industrial de São Carlos -ACISC e outros parceiros, conseguimos comprar vários rolos de TNT para produzir as máscaras e os jalecos. Ajudar os profissionais da Santa Vivenda é uma maneira de retribuir tudo o que eles têm feito pela nossa cidade. Todos nós temos que nos unir nessa guerra contra o inimigo invisível.”

De concórdia com o Provedor da Santa Vivenda, Antônio Valério Morillas Júnior, o envolvimento e colaboração da sociedade tem ajudado muito o hospital: “estamos recebendo muitas doações. Várias voluntárias se mobilizaram com as costuras das máscaras e jalecos. Empresários também de outras cidades doaram tecidos. A dificuldade que os hospitais enfrentam com a falta de EPIS é mundial. E nesse momento a população está empenhada em ajudar os profissionais que necessitam desses equipamentos. E a iniciativa de uma párvulo uma vez que a Liz, que trocou o valor do ovo de Páscoa para comprar tecidos para confeccionar os EPIs, é um gesto muito fraterno e de paixão ao próximo. Uma párvulo que desperta esse sentimento nos dá a esperança de que o mundo não será mais o mesmo depois que concluir essa pandemia, será muito melhor”.

comments powered by

Leia Também

Últimas Notícias



Por , em 2020-04-09 15:12:00


Nascente www.saocarlosagora.com.br



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário