Projeto “Máscaras Para Todos” é opção de renda a costureiras e artesãs em Maranguape – Região – [Blog da Solange Pereira]




Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero – entrando agora ganhe Moldes grátis para imprimir + aula de teste.

Para minimizar os impactos gerados pela pandemia da Covid-19, profissionais autônomos, costureiras e artesãs cadastradas no Núcleo do Trabalho de Maranguape, na Grande Fortaleza, poderão aderir ao Projeto “Máscaras Para Todos”, da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social da cidade. Feitas com tecido 100% algodão, o material segue orientações do Ministério da Saúde, que recomenda o uso de máscaras de tecido uma vez que barreira de propagação do vírus. 

Modista há 11 anos, Socorro Santiago, 39, é uma das mulheres que aderiram à iniciativa. “Geralmente, faço peças para feira, mas por conta da quarentena, todos nós estávamos parados”, lembra. Ela ficou sabendo do projeto na última quarta-feira (1º) e, em seguida isso, já conseguiu confeccionar 500 unidades, em um pausa de três dias. Diante da oportunidade, convidou o fruto, que trabalha com ela na costura, e uma amiga para integrar a equipe. 

As máscaras seguem um padrão disponibilizado pela Prefeitura, com uma categoria de tecido e tiras para fazer a fixação no rosto do usuário. “O tecido é de algodão com a trama muito fechada, de qualidade!”. Outrossim, por ser feito de tecido, o material pode ser reutilizado, em seguida a desinfecção: “É só lavar com chuva quente, sabão, e passar o ferro muito quente. E depois, é só usar novamente”, explica Socorro. 

Renda Extra

Com a produção, utilizando tecidos cedidos pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) e risco própria, a modista conseguiu recolher R$ 250 pelo seu trabalho. “Esse projeto veio em um bom momento para ajudar a gente que está precisando”, comemora. Agora, espera o próximo pedido para voltar a produzir. “Estou esperando a novidade remessa. Eles estão cadastrando novas costureiras também”.

Distribuição

Atualmente, existem 286 profissionais autônomos cadastrados, entre artesãos e costureiras, homens e mulheres A teoria, no entanto, é ampliar a adesão. O valor talhado a cada autônomo é gerado a partir da produção individual, que pode sobrevir de duas formas. Caso seja produzido com material ofertado pelo Projeto, cada peça sairá por R$ 0,50. Já nos casos em que a artesã ou artesão utilizar os próprios materiais, a unidade da máscara sai por R$ 1,50.

Nesta segunda-feira (6), murado de 5 milénio unidades, que foram embaladas em sacos plásticos com informações de uma vez que usá-las, foram entregues aos maranguapenses. As máscaras foram distribuídas em bancos, lotéricas, mercados e no Meio de Referência da Assistência Social. Das 5 milénio máscaras, 2 milénio foram confeccionadas pelas costureiras do projeto. As outras 3 milénio foram arrecadadas pela Prefeitura a partir da doação da Feminise Lingerie, loja de roupas femininas que atua no Ceará. 

Costureiras e artesãs que desejam participar do Projeto “Máscaras Para Todos” e prometer uma renda extra, podem entrar em contato com o Núcleo do Trabalho de Maranguape, pelo telefone (85) 98955.8418. 



Por , em 2020-04-07 10:00:00


Manancial diariodonordeste.verdesmares.com.br



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário