Diário de Petrópolis – [Blog da Solange Pereira]




Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero – entrando agora ganhe Moldes grátis para imprimir + aula de teste.

Edição anterior (1973):
domingo, 05 de abril de 2020

Edição anterior (1973): domingo, 05 de abril de 2020


  Covid-19

 

 Materiais foram doados e máscaras serão produzidas voluntariamente

João Vitor Brum

 

O Juízo Comunitário de Segurança de Petrópolis (CCS) iniciará uma traço de produção de máscaras de proteção para entregar às forças de segurança da cidade

Moradia da Amizade da Família Rotária de Petrópolis, utilizando materiais doados por colaboradores. De negócio com o presidente do CCS, Guilherme Lacombe, o material é suficiente para que tapume de 14 milénio máscaras sejam produzidas. –

O Juízo, no primeiro momento, pediu doações de máscaras, mas recebeu em torno de 300, o que não seria suficiente, considerando a demanda. Sete costureiras da cidade atuarão no trabalho a partir de amanhã, em turnos alternados, com no sumo duas pessoas por vez na confecção. 

A empresária Mônica Bailune, junto de seu irmão, Maurício Lisboa, e de sua cunhada, Letícia, teve a teoria de iniciar a produção em sua partido, mas não imaginava que a comoção da comunidade seria tanta. A arrecadão foi realizada pela empresária Alvanei Abi Daoud captou os materiais e voluntários. 

– Eu trabalho com isso, e, junto do meu irmão e da minha cunhada, tive a teoria de produzir as máscaras enquanto as atividades estão paradas, para doarmos. Recebemos o esteio de muitas pessoas e buscamos a ajuda da Alvanei, que conseguiu bastante coisa. Começamos o incisão na minha partido e faremos a costura em alguns locais. Não imaginávamos executar um número tão grande de máscaras – disse Bailune.

Um dos locais que receberão voluntários será a Moradia da Amizade, onde há pelo menos sete voluntárias, que irão trabalhar alternadamente de manhã e à tarde. A presidente do espaço, Daniella Vita, destaca a preço de unir esforços neste momento.

– Na Moradia, temos máquinas e uma mesa de incisão, mas os trabalhos estavam suspensos pois nossas voluntárias são todas idosas. Entre todos os turnos, todo o material será limpo novamente para prometer a segurança de todos, tanto das costureiras quanto de quem receber as máscaras. Todos precisam fazer sua secção neste momento – disse Daniella.

A estimativa é que as máscaras fiquem prontas até a próxima sexta-feira. Inicialmente, os equipamentos de proteção serão destinados às forças de segurança. Porém, havendo margem, há a possibilidade de disponibilizar os materiais para terceiros.

Mônica Bailune completou lembrando que a colarabaçãoo de todos será necessária para enfrentarmos oriente momento, em privativo pelo vestimenta de que o pico esperado pelo Ministério da Saúde ainda não ter chegado.

Tem muita gente ajudando, e, quanto mais pessoas se envolverem, será melhor. Contamos com a colaboração de toda a população, até porque o pico da doença ainda não chegou. Quem puder ajudar, seja com a costura, com material, etc, será muito importante – finalizou.

Edição anterior (1973):
domingo, 05 de abril de 2020

Edição anterior (1973): domingo, 05 de abril de 2020


Por , em 2020-04-05 19:22:00


Manancial www.diariodepetropolis.com.br



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário