VÍDEO | Veja o passo a passo para fazer máscara em casa – [Blog da Solange Pereira]



A mais recente indicação do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, diante da pandemia do coronavírus é para que as pessoas façam suas próprias máscaras, por conta do problema de fornecimento do resultado, em razão da subida demanda surgida com o novo vírus.

Com o auxílio da artesã Diana Stella Campos, de 54 anos, a reportagem A Tribuna preparou um tutorial com instruções para fazer máscaras protetoras de tecido decoradas (confira no termo da material o molde para ser baixado).

O primeiro passo é ter um molde e tecido tricoline 100% algodão. “Com o tecido do lado avesso, coloque o molde sobre ele e desenhe. Golpe o tecido no sítio onde foi desenhado. Você terá dois pedaços iguais do tecido ”, explicou Diana.

Depois esse passo, una os dois pedaços iguais e costure no meio, podendo ser em máquina ou com as mãos. Deixe murado de 1 centímetro de bainha nas laterais.

“Depois una um revestimento ao tecido costurado, ou pode usar um tecido que já vem o revestimento. Costure na secção subalterno e superior dos dois tecidos. Em seguida, desvire o tecido. Dê duas viradas no tecido da lateral, também de um centímetro. Costure e deixe um espaço no meio por onde passará o tecido”.

Depois a costura, pegue o elástico, de 27 centímetros, passe-o no núcleo da lateral. Para finalizar, dê um nó no ponta.

Diana vende a unidade a R$ 10, mas pretende principiar a confeccionar com outros tecidos. “É uma opção mais barata. A dificuldade é encontrar lojas abertas para comprar os materiais”, disse.

A artesã Diana Stella Campos confecciona máscaras caseiras personalizadas  com tecido tricoline 100% algodão (Foto:  Kadidja Fernandes / AT)

A artesã Diana Stella Campos confecciona máscaras caseiras personalizadas com tecido tricoline 100% algodão (Foto: Kadidja Fernandes / AT)

Quem também trabalha com máscaras personalizadas é a artesã Marta Maria de Souza, 75. Ela começou a produzir quando uma familiar, que tem loja de material hospitalar, informou da falta do resultado. Desde logo, não parou mais.

“Eu uso um tecido duplo, que já vem com revestimento. É mais seguro para meus clientes. A cor e estampa deixo para eles escolherem”, disse a artesã.

Marta conta que a corrida pela máscara é tanta que ela chegou a produzir 100 unidades e vendê-las no mesmo dia. “Estou conseguindo segurar minhas finanças com isso, todos meus clientes tinham cancelado a confecção de enxoval.”

O ministro da Saúde ressalta que, mesmo com as máscaras, é necessário lavar com frequência as mãos com chuva e sabão ou saneamento com álcool em gel.

Baixe o molde para fazer sua máscara (Foto: André Felix)

Baixe o molde para fazer sua máscara (Foto: André Felix)


Saiba Mais 


Uma vez que encomendar

  • A artesã Diana Campos trabalha em Colina de Laranjeiras, na Serra, e confecciona somente máscaras personalizadas.

  • O cliente pode encomendar e escolher o protótipo da sua máscara.

  • Cada unidade custa R$ 10. Comprando duas ou mais, cada unidade sai por R$ 8.

  • As encomendas podem ser feitas pelo telefone: 99723-1065

  • A artesão Marta Maria de Souza, tem um ateliê em Itapuã, Vila Velha.

  • produz máscaras brancas ou personalizadas de combinação com o sabor do cliente.

  • As máscaras brancas custam R$ 12. Já as personalizadas custam de R$ 17 a R$ 20.

  • Interessados podem encomendar pelo telefone: 99803-5416.

Manadeira: Estabelecimentos citados.

Doação de lojas e igrejas em troca de víveres

Diante da pandemia do coronavírus, lojas e entidades religiosas estão confeccionando máscaras de proteção para que sejam doadas a população. Diversas costureiras da Igreja Adventista do Sétimo Dia, com congregações em Vitória e na Serra, estão trabalhando na produção das máscaras.

Segundo o pastor Patrick Duarte, de 33 anos, as unidades serão entregues em portas de supermercados em troca de víveres.

“Vimos uma oportunidade de ajudar ao próximo e ainda conseguir receber víveres para cestas básicas que serão doadas para famílias que estão precisando.”

As marcas capixabas Konik, de roupa masculina, e Borana, de voga praia, iniciaram produção de máscaras para doação.

A Borana já doou 300 máscaras ao asilo de São Mateus e está produzindo mais para doação. Já a Konik pretende doar mais de 10 milénio máscaras para asilos, locais de pré-natal de grávidas, unidades de saúde e em comunidades carentes.

Em Ponto Belo, região setentrião do Estado, costureiras da Igreja Adventista se uniram e produziram 500 unidades que foram doadas para a comunidade.

Por , em 2020-04-03 04:00:00


Manadeira tribunaonline.com.br



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário