Coronavrus: artesos buscam alternativa em 2 domingo sem feira em BH – Gerais – [Blog da Solange Pereira]

(foto: Ed
(foto: Edsio Ferreira/EM/DA PRESS)

Um dos mais famosos pontos tursticos de Belo Horizonte, a Feira Hippie, pelo segundo domingo sucessivo, no funcionou. No domingo (29), a Avenida Afonso Pena perdeu a agitao e alegria que artesos, belo-horizontinos e turistas imprimem ao Núcleo da capital. O no funcionamento atende ao decreto do prefeito Alexandre Kalil, que para combater o avano do novo coronavrus, suspendeu o comrcio e atividades comerciais que levam aglomerao de pessoas.

 

O arteso Marcus Afonso dos Santos Brant, de 61 anos, lembra que, desde quando iniciou o trabalho na Feira Hippie, h 47 anos, a primeira  vez que ela suspensa por outra razo que no o Desfile de 7 de setembro, quando a Avenida Afonso Pena costuma ser fechada para os desfiles.

 

 As excees foram os feriados da Independncia do Brasil, que caram no domingo. “Nunca parou a no ser em 7 de setembro. J so dois domingos parados”, observa. Diante da incerteza de quando o comrcio ser retomado devido Covid-19, o arteso paralisou a produo.  “No tem onde vender.  O jeito permanecer em lar e esperar”, diz.  

 

Marcus Afonso dos Santos Brant
Marcus Afonso dos Santos Brant um dos mais antigos artesos da Feira Hippie (foto: Registo pessoal)

Marcus um dos feirantes mais antigos e se lembra do tempo em que a Feira Hippie era montada na Praa da Liberdade. “Tinha  licena de nmero 86 que herdei do meu irmo.  Sou um dos mais antigos remanescentes da Praa da Liberdade”, afirma. Alm da venda no varejo, que fazia na Feira Hippie, Marcus tambm comercializava no atacado para lojistas do interno. “Ningum est comprando. Alguns esto devolvendo as mercadorias. As lojas esto fechadas”, diz.

 

Ele ainda no tem um projecto B, mas conseguir se manter por um tempo com as reservas que fez ao longo dos anos. No entanto, ele se preocupa com outros feirantes que no tm uma poupana. “At onde sei no tem uma poltica pblica para a Feira Hippie. Muita gente conta com a solidariedade de parentes e vizinhos.”

 

A artes A.C.B., de 49 anos, apesar de preocupada com a reduo na renda da famlia, acredita que o isolamento social uma medida acertada para barrar o avano do novo coronavrus. ” uma boa medida. Necessria. Ficarei apertada com quantia, mas melhor do que permanecer exposta. muito grande o nmero de pessoas que circula na feira”, afirma. Me de uma filha de 21 anos e de um fruto de 18, ela disse que a famlia ainda conta com o salrio do marido.  “Trabalho com a produo de roupas femininas. Vou permanecer apertada. Tenho contas a remunerar, mas o jeito”.

 

Nesse domingo atpico, outros pontos tursticos de Belo Horizonte ficaram fechado. o caso do Mercado Mediano. Apesar de a Igrejinha de So Francisco, na Pampulha, estar fechada, muita gente se arriscou na manh deste domingo (29) para fazer passeio e outras atividades fsicas na regio. 

 

 

HISTRICO

 

A Feira de Artes, Artesanato e Produtores de Variedades de Belo Horizonte, nome solene da Feira Hippie, um ponto turstico, alm de ser sítio de compras, diverso e entretenimento para os belo-horizontinos. Pioneira no Brasil, a Feira Hippie foi criada por um grupo de artistas e artesos em 1969, na Praa da Liberdade. 

 

Por , em 2020-03-29 17:00:32


Natividade www.em.com.br



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário