Covid-19: Cabo da PM de Timon confecciona 150 máscaras para policiais – [Blog da Solange Pereira]




Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero – entrando agora ganhe Moldes grátis para imprimir + aula de teste.

Em tempos de pandemia do coronavírus que, no Brasil, já deixou 25 pessoas mortas, segundo dados oficiais divulgados pelo Ministério da Saúde nesse domingo (22), o cabo Roberth de Sousa, lotado no 11º Batalhão da Polícia Militar de Timon, resolveu confeccionar máscaras de TNT, juntamente com sua família, para repartir aos seus colegas de farda, que atuam nas barreiras policiais na perímetro do 11º BPM.

Em entrevista ao GP1, na manhã desta segunda-feira (23), o policial militar disse que já conseguiu confeccionar muro de 150 máscaras. Ele contou que a teoria partiu da urgência do Equipamento de Proteção Individual (EPI), que está em falta no mercado.

  • Foto: Reprodução/Roberth de SousaCabo Roberth de Sousa mostra produção das máscaras com sua mãeCabo Roberth de Sousa mostra produção das máscaras com sua mãe

“Na verdade, tudo começou pela urgência do 11º batalhão que não tinha ainda. Conversando com minha mãe eu disse que tinha uma forma de fazer, comprando TNT, cola quente e liga. Fomos comprar esse material e começamos fazer para nós de mansão”, relatou.

A teoria ganhou força e os policiais do quartel passaram a sugerir que as máscaras poderiam ser usadas pelos companheiros em seus trabalhos rotineiros. “A gente viu o pessoal comentando nos grupos e logo eu resolvi confeccionar para o quartel. A Polícia Militar do Maranhão mandou a gente fazer barreiras nas pontes e, mediante isso, decidimos logo fazer para o pessoal que trabalha nas barreiras, pois fazer para o quartel inteiro seria difícil, até porque o material que a gente comprou só daria para nós cá em mansão, mas passamos a fazer. No primeiro dia deu notório, graças a Deus, fizemos a segunda vez e se precisar já temos 50 confeccionadas”, ponderou.

  • Foto: Reprodução/Roberth de SousaProdução das máscarasProdução das máscaras

O cabo Roberth ressaltou, porém, que comprou o material com moeda do próprio bolso e que ontem o elástico de borracha, usado para prender a máscara, acabou e foi necessário recorrer ao comandante do 11º BPM, tenente-coronel Ribeiro, que conseguiu o material.

Doações

Ele deixou evidente que apesar de ter sido o responsável da teoria, a sua mãe é quem produz as máscaras que, no primeiro momento, estavam sendo feitas de forma artesanal. Agora ela passou a confeccionar na máquina de costura, mas está precisando de matéria-prima (TNT, elástico) para continuar a produção voluntária. “Agora a minha mãe passou a fazer na máquina de costura, pois ela usava cola quente e estava queimando os dedos, mas mesmo assim ela se dispôs a continuar, porém nós estamos precisando de TNT, pois está acabando”, acrescentou.

Quem tiver interesse em colaborar com doações, basta entrar em contato com o cabo Roberth de Sousa, através do telefone (86) 9 9960-9994.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

OMS adverte sobre escassez de máscaras com progresso do coronavírus

Coronavírus: um bilhão de pessoas estão confinadas no mundo

Coronavírus: diretor do São Marcos pede ajuda para comprar equipamentos



Por , em 2020-03-23 10:51:00


Manadeira www.gp1.com.br



Clique aqui e saiba mais sobre o Super Kit de Moldes + Curso de Costura do Zero. Clicando agora você ganha mini kit gratuito para imprimir + aula grátis.

Deixe um comentário